segunda-feira, 15 de maio de 2017

Uma forma de matar o tempo, antes que o tempo me mate a mim

Horas mortas... tic, tac... tic, tac...
A hora da morte já há muito que está marcada, não adianta fugir, até lá...













Caderno de esboços, ano de 2017...



Blogues Portugal