segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Pequenos Formatos - aguarelas, António Joaquim

Foi com enorme prazer que estive presente na inauguração da expoição ''Pequenos Formatos - aguarelas'', do consagrado paisagista, António Joaquim, que conta já com 94 anos, mas que, nem por isso se vê refletida a idade nos seus trabalhos, que através das cores ainda respiram jovialidade. 

Esta exposição está patente no Museu Convento dos Loios em Santa Maria da Feira, até 8 de Março






O despertar da mente.




O despertar da mente
Ano: 2019
Acrílico sobre tela, 50 x 60 cm



sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Surrealismo biomórfico

Entre Novembro e Dezembro de 2019, levei a cabo cerca de uma centena de desenhos e apontamentos, numa espécie de brainstorming, sempre que procuro desbloquear a criatividade uso o biomorfismo, surge-me espontaneamente do subconsciente e nessa quase centena de desenhos, encontrei material suficiente para criar uma obra que considerasse satisfatória às minhas exigências mentais, fundi dois desenhos, que deram lugar à obra que espero partilhar aqui, quiçã no próximo post.    

Deixo-vos quatro desses desenhos, os outros foram para arquivo. 
Bom ano. 






Surrealismo biomórfico
Ano: 2019
Lápis sobre papel






Surrealismo biomórfico
Ano: 2019
Lápis sobre papel









Surrealismo biomórfico
Ano: 2019
Lápis sobre papel



sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Feliz Ano Novo de 1927




Desde sempre que tenho a estranha sensação, que nasci 100 anos depois da minha época, não tendo encontrado nenhuma imagem da passagem de ano de 1919 para 1920, desejo a todos os visitantes deste blogue um excelente novo ano de .... 
Não temos que nos identificar com um mundo oco, sem valores, sem tanta coisa que se perdeu. 



sábado, 21 de dezembro de 2019

Museu Coleção Berardo

Até breve...


Niki de Saint-Phalle




Henry Moore



Museu Coleção Berardo

Esta semana revisitei o Museu Coleção Berardo, sendo-me um pouco difícil descrever esta experiência, pois a exposição ''Coleção Berardo (1900–1960)'', é uma viagem ao que se fez de melhor no modernismo e na arte contemporânea do século XX, do cubismo ao dadaísmo, do surrealismo ao expressionismo abrstracto, passando pela pop art, entre outros estilos, artistas como Pablo Picasso, Amadeo Modigliani, Jackson Pollock ou Andy Warhol, são apenas alguns dos nomes de excelência que se podem apreciar.

Algumas das obras que tive o prazer de ver: 



Amadeo Modigliani e Pablo Picasso




Clement Serveau




Salvador Dali




Wilfredo Lam




Giorgio de Chirico




Jean Arp




Max Ernst




Joan Miró




Paul Delvaux




Robert Delaunay




Jean Dubuffet




Josef Albers




Mondrian




Yves Klein e Fontana




Yves Klein




Fernand Léger




Franz Kline




Willem de Kooning




Lee Krasner




Jackson Pollock




Mark Rothko




Arshile Gorky




Roy Lichtenstein




Andy Warhol









Há ainda outras exposições a decorrer, destaco: ''Coleção Berardo de 1960 à atualidade''


Anish Kapoor




Frank Stella




 Richard Serra





E a exposição “(Des)Construção da Memória”






domingo, 15 de dezembro de 2019

Viagem de Paulo Neves

Inaugurou ontem, dia 14 de Dezembro, a exposição: ''Viagem'', do escultor Paulo Neves, na biblioteca municipal de Santa Maria da Feira. desde que conheço o seu trabalho, que tento acompanhar algumas das suas exposições, para além da arte pública com que me vou cruzando, que tem o cunho deste grande escultor, cujas linhas arcaicas, simples, por vezes biomórficas, nos transportam para um mundo que poderia ser encontrado há milhares de anos atrás. 
O Paulo Neves, apresenta-nos uma vez mais com esta exposição, uma arte intemporal.

Visita obrigatória até 25 de Janeiro.



















domingo, 8 de dezembro de 2019

''Jaime Isidoro: divulgador, colecionador e artista” - Museu Municipal de Espinho / FACE

Sábado à tarde, depois de calcorrear algumas ruas de Espinho, fui revisitar o Museu desta cidade, agradável surpresa, a exposição: ''Jaime Isidoro: divulgador, colecionador e artista”, confesso que não conhecia o artista nem tão pouco o acervo do mesmo como colecionador. Nesta mostra podem ser vistas obras de Amadeo de Souza-Cardoso, Pablo Picasso, Almada Negreiros, Vieira da Silva, António Carneiro, Eduardo Viana, Joseph Beuys, Júlio Resende, Mário Cesariny, Nadir Afonso, Manuel Cargaleiro, Joana Vasconcelos. Álvaro Siza, Álvaro Lapa, José Rodrigues, Dórdio Gomes, José de Guimarães, Júlio Pomar, Artur Bual, Fernando Lanhas, Jaime Isidoro, entre muitos outros, é um desfilar de nomes conhecidos, a qualidade das obras é variável, mas sem dúvida, é uma exposição a visitar.


Alguns registos.



































quinta-feira, 28 de novembro de 2019