Smile and the world smiles with you



Smile and the world smiles with you
Ano: 2013
Acrílico sobre tela, 70 x 50 cm, assinada no verso
Coleção particular


«Alguém pode olhar intensamente para o meu trabalho e pensar que não é satírico, julgo eu, ou que não faz qualquer comentário... Não estou absolutamente seguro da mensagem social que a minha arte contém, se é que contém alguma. Na verdade não me preocupo com isso. Não me interessa um tema para com ele tentar ensinar alguma coisa à sociedade ou para tentar, de alguma forma, melhorar o mundo.»

«...Quando se considera o que é chamado de Pop Art - se bem que eu não ache que seja uma ideia muito boa agrupar toda a gente e pensar que nós estamos todos a fazer o mesmo - conclui-se que estes artistas estão a tentar distanciar-se da obra. Pessoalmente, sinto que na minha própria obra, eu quis parecer programado ou impessoal mas, na verdade, não creio que eu esteja a ser impessoal quando a faço. E não acho que seja possível sê-lo.»

«A cor é crucial na pintura, mas é muito difícil falar dela. quase não se pode dizer nada para além de generalizações, porque ela depende de demasiados factores: tamanho, modulação, o resto do campo, uma certa consistência que a cor tem em relação às formas e a afirmação que se está a tentar fazer.»

««(A pop art) é certamente uma das coisas que penso que possui as características mais insolentes e mais assustadoras da nossa civilização - coisas que detestamos, mas que tem, no entanto, uma grande influência na nossa existência... O mundo está lá; existe. A pop art observa o mundo, parece aceitar o seu ambiente, que não é bom nem mau, mas diferente - uma outra atitude de espírito.»

Roy Lichtenstein


Blogs Portugal