Três boas razões para visitar a Galeria Vieira Portuense

Três boas razões para visitar a Galeria Vieira Portuense, amanhã, sábado 21 de Outubro, por volta das 16:00 declamação de poemas de poetas e declamadores da cidade do Porto e arredores, que acontece sempre no terceiro sábado de cada mês.






Decorrem também duas exposições temporárias: ''ESPAÇO FORMA COR TEMPO'' de Jorge Feio, patente até 4 de Novembro 






e ''A natureza é a minha Musa'', patente até 28 de Outubro, apareçam na Galeria Vieira Portuense e passem um bom bocado, a entrada é livre. 






Galeria Vieira Portuense
Largo dos Lóios, 49/50, Porto




This happens in all egg production... from Animals Australia on Vimeo.

Os pintainhos macho, não tem qualquer valor para a industria dos ovos, daí serem mortos no primeiro dia de vida... 

Eutanásia - O Limiar da Vida




  • Assisti ontem à palestra ''Eutanásia - O Limiar da Vida'' que decorreu no auditório da junta de freguesia de Lourosa, com dois excelentes oradores: O Professor Doutor Manuel Curado e a grande figura que é o Professor Doutor Pinto da Costa, o moderador foi o Prof. Gautier de Oliveira. 

    Esta palestra em nada alterou a minha posição, mas a qualidade dos oradores valeu cada minuto.


Veggie Fest Portugal de 14 e 15 de Outubro

Está a decorrer na Oliva Creative Factory, em São João da Madeira a 1º Veggie Fest Portugal, com show cookings, palestras, conversas, degustação, almoços e jantares vegan, animação infantil, etc
O preço das pulseiras/bilhetes: um dia 3 €, dois dias 5 €, crianças até aos 12 anos não pagam. 
Até agora gostei principalmente do showcooking do Chef Chakall, mas há muitos intervenientes que enriquecem este festival vegetariano, tais como: Gabriela Oliveira, Nuno AlvimSandra Gomes Silvaentre outros/as.

Bom ambiente, boa comida, expositores com produtos vegan, biológicos... fica a sugestão, passem por lá, tirem ideias, é sempre bom termos alternativas.












natureza morta com bilha e copo de barro




Natureza morta com bilha e copo de barro
Março de 2017
Técnica mista sobre tela (acrílico e óleo), 33 x 22 cm



A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense







A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Galeria Vieira Portuense
Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 

Fotografia, créditos: Ana Reis



A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense







A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Galeria Vieira Portuense
Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 

Fotografia, créditos: Ana Reis



"A Experiência do Lugar - Desenho de Júlio Resende" - Oliva Creative Factory

No centenário do nascimento de um dos maiores vultos da arte portuguesa, Júlio Resende, o núcleo de arte da Oliva apresenta a exposição: "A Experiência do Lugar - Desenho de Júlio Resende".

Esta exposição estará patente até ao dia 9 de Dezembro.
























Núcleo de Arte da Oliva
Rua da Fundição
3700-119 São João da Madeira



In and Out of Africa - OLIVA CREATIVE FACTORY

No passado fim de semana, assisti à inauguração de duas novas exposições na OLIVA CREATIVE FACTORY: In and Out of Africa da coleção Treger/Saint Silvestre, com curadoria de António Saint Silvestre, mais uma exposição de arte bruta, de 41 artistas residentes ou originários do continente africano, tem algumas peças que valem uma segunda e terceira visitas.











  


Para visitar de 7/10/2017 a 7/4/2018

Núcleo de Arte da Oliva
Rua da Fundição
3700-119 S.João da Madeira



A NATUREZA É A MINHA MUSA - Galeria Vieira Portuense

A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Galeria Vieira Portuense
Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 

Fotografia, créditos: Daniela Ferreira










A NATUREZA É A MINHA MUSA


A nossa passagem pelo planeta Terra é tão breve, que não podia partir sem esboçar algumas imagens da natureza.

Na minha obra, tentei deixar um pouco do pó das estrelas, "de que cada um é feito’’. Na maioria das obras tentei harmonizar-me com a natureza, tive alguns mentores: os românticos, os impressionistas, os pós impressionistas, os fauves, os expressionistas e os simbolistas, mas acima deles, um que estará sempre presente, mesmo quando os meus pincéis não tiverem quem os orquestre, o Criador.

A minha pintura de ar livre, que é na sua maioria, a obra que apresento, é criada com o labor de um camponês, entre suor, intempéries e cansaço, nesta quase ingenuidade, de uma procura por um ‘’paraíso perdido, ou idade de ouro da humanidade’’, encontrei um/a que realmente está ao nosso alcance, um vislumbre, num tremeluzir de olhos, que se pode anotar, entre leves pinceladas e com o tempo, aprendi a compor uma natureza minha, própria, que a outra inspira.

As minhas preocupações foram a cor, a luz, a composição e a textura, uma obra que não tenha um problema, já está solucionada à partida, não oferece nenhum desafio, não vale a pena ser pintada, mas ainda assim, prefiro sentar-me a olhar para a mutabilidade da Natureza do que para uma tela acabada, a tela acabada é a lembrança de um momento que não volta mais.

Citando agora, John Ruskin: "Está nas vossas mãos ver numa poça de água a lama do fundo ou a imagem do céu lá no alto."



Paulo Fontes
Lourosa, 29 de Agosto de 2017




Galeria Zeller - Consagrados e emergentes





Consagrados e emergentes, a decorrer na Galeria Zeller, em Espinho



A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense







A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Galeria Vieira Portuense
Largo dos Lóios, nº 50 Porto

Horário:
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00

Fotografia, créditos: Ana Reis


A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense







A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 

Fotografia, créditos: Ana Reis



People react to “twitching meat”

A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense







A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 

Fotografia, créditos: Ana Reis



EXPOSIÇÃO DE ARTE “CÁSSIO MELLO, POR AMOR”

Está a chegar ao fim a exposição póstuma de Cássio Mello: “CÁSSIO MELLO, POR AMOR”, fica a sugestão, recomendo vivamente.







A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense

A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.


Largo dos Lóios, nº 50 Porto 


Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 


Fotografia, créditos: Ana Reis








A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense

A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 

Fotografia, créditos: Daniela Ferreira








A natureza é a minha musa - Galeria Vieira Portuense

Momentos,na inauguração da exposição ''A natureza é a minha musa''.







A decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.


Largo dos Lóios, nº 50 Porto 

Horário: 
Terça a sexta das 14:00 às 19:00
Sábados: 9:30 às 12:30 e 14:00 às 19:00 


Fotografia, créditos: Daniela Ferreira


"A Natureza é a minha Musa'' - Galeria Vieira Portuense

Inauguração da exposição: "A Natureza é a minha Musa", a decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Largo dos Lóios, nº 50 Porto 








Fotografia, créditos: Daniela Ferreira


"A Natureza é a minha Musa'' - Galeria Vieira Portuense

Inauguração da exposição: "A Natureza é a minha Musa", a decorrer no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, de 30 de Setembro a 28 de Outubro.

Largo dos Lóios, nº 50 Porto 









Fotografia, créditos: Daniela Ferreira



No próximo sábado, na Galeria Vieira Portuense




Fica o convite para a inauguração da exposição: "A Natureza é a minha Musa", no 1.º piso, da Galeria Vieira Portuense, dia 30 de Setembro (próximo sábado), pelas 16 horas
Entrada Livre

Galeria Vieira Portuense 
Largo dos Lóios, nº 50



Sugestão: Figuras de estilo

Eduarda Coimbra e Telmo Mota apresentam a exposição  FIGURAS DE ESTILO (desenho, técnica mista e escultura), na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, destaco a obra HEMINGWAY de Eduarda Coimbra e MEU LIVRO DE CORDEL de Telmo Mota, para ver de  23 de Setembro a 11 de Novembro.




HEMINGWAY de Eduarda Coimbra




MEU LIVRO DE CORDEL de Telmo Mota


Lutar pela vida


Gibor takes a stand from Animals Australia on Vimeo.

Este ''animal'' recusou-se a seguir para o matadouro, depois de semanas a bordo de um navio de exportação, com tantos outros, angustiados, cobertos de fezes, doentes... resistiu, esfaquearam-no, espancaram-no,esmagaram-lhe a cauda, mas ainda assim, manteve-se de pé.


Alho francês com cogumelos à Brás

Inspirado no tradicional bacalhau à Brás e como qualquer português que se preze, sou apreciador de bacalhau, praticamente crescemos a comer bacalhau, mas ''só por hoje'' deixemos o bacalhau no mar.

Há receitas de alho francês à Brás, experimentei algumas e souberam a pouco, não são más, mas... como não gosto de pintar dois quadros iguais, também não aprecio a repetição na confecção ou criação de um prato, tal como no jazz, devemos improvisar e nunca nos repetirrmos, a dica dos cogumelos foi da minha dama.

Esta receita não é com batata palha, isso nem deveria ser considerado alimento, também não leva ovos, mas natas de soja  light e leite de arroz (podem usar outro).






Alho francês com cogumelos à Brás

Ingredientes:

Batatas vermelhas
Uma embalagem de alho francês
Uma embalagem de cogumelos

Azeite
Uma cebola grande
3 dentes de alho

Salsa q.b.
Azeitonas

Sal
Uma folha de louro
Pimentão doce

Natas de soja light
Leite de arroz (ou outro)


Preparação (my way)

Descasque as batatas, frite-as e deixe-as de lado, corte o alho francês às rodelas e os cogumelos, corte a cebola em meias luas e os dentes de alho, refogue a cebola e os dentes de alho com uma folha de louro em azeite. Quando a cebola alourar junte o alho francês e os cogumelos, vá mexendo, tempere com sal, quando o alho francês e os cogumelos estiverem quase no ponto, junte as batatas fritas, uma embalagem de natas de soja light  e um pouco de leite de arroz mexido com pimentão doce, mexa durante um minuto, de preferência sem esmagar as batatas, desligue o lume e junte a salsa, quando servir acrescente as azeitonas.

Como dizia um amigo meu, ora aqui está uma refeição em que nenhum animal teve que morrer.

 




Experimentem, vão gostar, bom apetite e bom fim de semana!