Conflito Estético

"Conflito Estético" exposição de pintura patente no Olimpo de 16 Novembro a 14 Dezembro.

Fotos: Ana Almeida Santos.





Poesia de Choque (3ª Quinta do mês)

Poesia de Choque sempre na 3º Quinta-Feira de cada mês no OLIMPO. Projecto de A.Pedro Ribeiro e Luis Beirão, a caminho dos 4 anos de existência. Convidados até ao momento: Agostinho Magalhães, Isabel Rosete, Carlos Andrade, Blandino Soares & Ana Ulisses, Joel Nachio,Tania Fonseca & Ana Alves.

Fotos: Ana Almeida Santos







Jazz no OLIMPO (1ª Sexta e 4º Sábado do mês)

Ciclo de Jazz no Olimpo.

1as. Sextas e 3os. Sábados do mês, noite de Jazz no Olimpo a cargo de Carl Orff - Educação Musical e Paulo Alexandre Jorge. 

Grupos que já actuaram: GUTS, Jazz Minkowski, Baby I Love You, Bella Damião, Papenevi Jazz, Souzzafone Blues, Javier Cànepas, Sax Solo Project, Free Jazz Compnay. 

Ocasionalmente noutros dias a designar. 

Fotos: Ana Almeida Santos






Concerto Quatro Cantos Redondos

Concerto de apresentação d’A Casa da Cera EP, novo EP dos Quatro Cantos Redondos. Música etno-folk-world, por Luís Almeida -voz, adufe, flauta amolador, David Ferreira – guitarra, percussões, teclas & José Ferreira – guitarra eléctrica. No Olimpo, dia 23/12/13.

Fotos: Ana Almeida Santos.









From Australia... With Love (4ª Sexta do mês) no Olimpo

Noite de música acústica e público jovem, por dois portugueses adoptados com sotaque... australiano: Michael Bowers & Tyran George Bowers. 

Sempre na 4ª Sexta do mês, no Olimpo.

Fotos: Ana Almeida Santos









Summertime III



Summertime III
Ano: 2013
Acrílico sobre papel, 40,5 x 30,5 cm


Alguns estudos...





She loves Oporto (estudo)
Ano: 2013
Acrílico sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Smile and the world smiles with you (estudo)
Ano: 2013
Acrílico sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Summertime (estudo)
Ano: 2013
Acrílico e guache sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Summertime (estudo)
Ano: 2013
Acrílico e guache sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Summertime II (estudo)
Ano: 2013
Acrílico e guache sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Summertime III (estudo)
Ano: 2013
Acrílico e guache sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Summertime III (estudo)
Ano: 2013
Acrílico e guache sobre papel, 40,5 x 30,5 cm


Smile and the world smiles with you



Smile and the world smiles with you
Ano: 2013
Acrílico sobre tela, 70 x 50 cm, assinada no verso
Coleção particular


«Alguém pode olhar intensamente para o meu trabalho e pensar que não é satírico, julgo eu, ou que não faz qualquer comentário... Não estou absolutamente seguro da mensagem social que a minha arte contém, se é que contém alguma. Na verdade não me preocupo com isso. Não me interessa um tema para com ele tentar ensinar alguma coisa à sociedade ou para tentar, de alguma forma, melhorar o mundo.»

«...Quando se considera o que é chamado de Pop Art - se bem que eu não ache que seja uma ideia muito boa agrupar toda a gente e pensar que nós estamos todos a fazer o mesmo - conclui-se que estes artistas estão a tentar distanciar-se da obra. Pessoalmente, sinto que na minha própria obra, eu quis parecer programado ou impessoal mas, na verdade, não creio que eu esteja a ser impessoal quando a faço. E não acho que seja possível sê-lo.»

«A cor é crucial na pintura, mas é muito difícil falar dela. quase não se pode dizer nada para além de generalizações, porque ela depende de demasiados factores: tamanho, modulação, o resto do campo, uma certa consistência que a cor tem em relação às formas e a afirmação que se está a tentar fazer.»

««(A pop art) é certamente uma das coisas que penso que possui as características mais insolentes e mais assustadoras da nossa civilização - coisas que detestamos, mas que tem, no entanto, uma grande influência na nossa existência... O mundo está lá; existe. A pop art observa o mundo, parece aceitar o seu ambiente, que não é bom nem mau, mas diferente - uma outra atitude de espírito.»

Roy Lichtenstein


Summertime



Summertime
Ano: 2013
Acrílico sobre tela, 70 x 50 cm, assinada no verso
Coleção particular


«A coisa mais bonita em Tóquio é o McDonald's. A coisa mais bonita em Estocolmo é o McDonald's. A coisa mais bonita em Florença é o McDonald's. Pequim e Moscovo ainda não tenha nada que seja bonito.»

«Para mim, a Monroe é apenas uma pessoa entre muitas outras. E, quanto à questão de saber se é um acto simbólico pintá-la em cores tão vivas, posso apenas dizer isto: foi a beleza que me interessou e ela é bela; e se há alguma coisa que seja bela, são as cores bonitas. É tudo. A história é esta, ou parecida.»

«O que é extraordinário na América, é ter sido o primeiro país a instaurar o hábito que faz com que os consumidores mais ricos comprem, as mesmas coisas que os mais pobres. Observando a publicidade na TV para a Coca Cola, sabes que o Presidente está a beber Coca Cola, que a Liz Taylor bebe e que - inacreditável! - também tu podes beber Coca Cola. A Coca é a Coca e nenhuma riqueza do mundo te pode dar uma Coca de melhor qualidade que aquela que bebe o mendigo da esquina da rua. Qualquer que seja a Coca é boa. Liz Taylor disse-o, o Presidente disse-o e tu também o dizes.» 

Andy Warhol


Olimpo - agenda quinzenal (12 - 23 de Novembro)


Summertime II




Summertime II
Ano: 2013
Acrílico sobre tela, 80 x 80 cm, assinada no verso
Coleção particular



“I’ve made what the Beatles would have made if they had made sculpture. Nobody ever said that the Beatles’ music was not on a high level, but it appealed to a mass audience. That’s what I want to do.” (1992)

“My works are very ‘Pop’. Each time I look at Pop Art it’s like a little explosion, very upbeat. I hope that my works, too, have that kind of rejuvenation, that each time you look at it you feel a sense of pop.” (1996) 

“People don’t part so easily with their money. They think about things, especially when there are millions involved. When they acquire my work, I hope they have felt something emotionally, felt moved and invigorated and understand hopefully that there is some social value.” (May 2012) 

Jeff Koons


Todos os caminhos vão dar à Pop - Paulo Fontes



Coca Cola 
Ano: 2013
Acrílico sobre papel, 40,5 x 30,5 cm




Coca Cola
Ano: 2013
Acrílico sobre papel, 40,5 x 30,5 cm



«A minha contribuição para o mundo é a minha capacidade para desenhar. Desenharei tanto quanto puder, para tantas pessoas quantas puder, por tanto tempo quando puder.»



«A arte vive através da imaginação das pessoas que a vêem. sem esse contacto, não existe arte. Dei a mim próprio um papel como um fazedor de imagem do século vinte; diariamente tento compreender as responsabilidades e as implicações dessa posição. Tem-se tornado cada vez mais claro para mim que a arte não é uma actividade elitista reservada à apreciação de alguns, mas sim de toda a gente e esse é o fim para o qual continuarei a trabalhar.»

Keith Haring 


O pop é o amor, porque aceita tudo... O pop é o deitar a «bomba». É o sonho «americano», optimista, generoso e ingénuo...»

Robert Indiana